61CBC Pronunciamento Eliana Muccillo

PRONUNCIAMENTO DE ABERTURA DO 61º CONGRESSO BRASILEIRO DE CERÂMICA
Eliana Navarro dos Santos Muccillo

• Ilustríssimo presidente da Associação Brasileira de Cerâmica, Antonio Carlos de Camargo,
• Ilustríssimo representante do Conselho da Associação Brasileira de Cerâmica, Edmilson Ricelli dos Passos,
• Ilustríssimo vice presidente da Sindicer do Rio Grande do Sul, Jorge Romeo Ritter,
• Ilustríssimo presidente da Sindilouças do Paraná, Egon Antonio Torres Berg,
• Ilustríssimo diretor de eventos da Associação Brasileira de Cerâmica, Samuel Marcio Toffoli,
• Ilustríssimo conselheiro emérito da Associação Brasileira de Cerâmica, Paschoal Giardullo,
• Ilustríssimos palestrantes, jovens congressistas e convidados,

É com imenso prazer que me dirijo a vocês nesta cerimônia de abertura do 61º Congresso Brasileiro de Cerâmica. Este Congresso promovido pela Associação Brasileira de Cerâmica desde 1954 tem um caráter muito amplo e, por isso mesmo, tem sido realizado em diversas cidades do país. Esta é a terceira vez que o Congresso Brasileiro de Cerâmica se realiza no Estado do Rio Grande do Sul: a 1ª vez foi em Porto Alegre, 1963 e a 2ª em Bento Gonçalves em 2014. Este ano foi escolhida, como sede do congresso, a encantadora e charmosa Gramado, bem no coração da Serra Gaúcha. Uma das razões para esta escolha é que além de possuir uma excelente infraestrutura, a cidade oferece um ambiente ideal para a realização de um evento deste porte.

 Participo do Congresso Brasileiro de Cerâmica há muitos anos e, desde então, muitas coisas mudaram, como seria esperado, nesta área tão fascinante e tão rica em oportunidades. As principais mudanças que poderia destacar vieram de muitas conquistas, aprendizados e mudanças de enfoque impulsionadas pelo desenvolvimento tecnológico. Ao longo destes anos pude acompanhar o crescimento da atuação de colegas em diversas entidades públicas e privadas. Colegas que iniciaram suas carreiras participando deste congresso e que hoje trazem sua contribuição visando auxiliar na formação do jovem ceramista.

 Para o profissional da área, o Congresso Brasileiro de Cerâmica representa uma oportunidade de reunir com pessoas que têm um interesse comum, visando comunicar os resultados de trabalhos, apresentando propostas, trocando ideias, formando novas parcerias ou estreitando os laços daquelas já existentes. Sob o olhar do aluno, um congresso tem um significado ou motivação um pouco diferente e algumas vezes se torna inatingível, principalmente juntando uma dose de timidez com outra de insegurança. Mas um pôster bem feito e uma apresentação bem treinada podem abrir novas oportunidades no futuro.

 Os trabalhos submetidos serão apresentados em diversas formas: 4 sessões plenárias, 16 palestras convidadas, 3 palestras técnicas, 3 painéis, 25 sessões de apresentações orais e 6 sessões de pôsteres. Em atenção especial aos jovens congressistas, a organização deste evento procurou trazer algumas novidades: uma delas são os seminários motivacionais, que um dos nossos plenaristas irá proferir. Outro exemplo é a possibilidade de estágio oferecida por alguns de nossos expositores. Tudo isso mais a já tradicional oficina de cerâmica, que possibilita um momento de descontração durante o congresso.

 De modo geral podemos dizer que este congresso tem um significado especial ao juntar profissionais atuantes em subáreas tão distintas quanto, por exemplo, Arte e Design, Nanotecnologia, Cerâmica Vermelha e Cerâmicas de Alto Desempenho.

 Este ano tivemos mais de 700 resumos submetidos, número muito bom considerando a situação financeira atual do país, das agências de fomento à pesquisa e consequentemente dos profissionais da área. Este sucesso se deve a diversas ações e, neste momento, alguns agradecimentos devem ser feitos:
1) Inicialmente quero agradecer ao presidente e a toda a diretoria da Associação Brasileira de Cerâmica pelo apoio e confiança depositados em mim para a realização deste evento;
2) À presidente da Comissão Executiva Juliana Marchi que tem tratado das contas do congresso;
3)  Ao pessoal da Metallum: Rodrigo, Simone, Mirella, Mara e Rose que trabalharam com tenacidade em diversos aspectos da organização do evento;
4) Meus agradecimentos a toda a Comissão Organizadora que trabalhou de forma orquestrada para que tivéssemos um programa com alta qualidade científica;
5) Agradeço aos nossos patrocinadores da área publica, em especial à CAPES e ao CNPq e da área privada, todos os nossos expositores;
6) Com carinho especial quero agradecer aos nossos palestrantes estrangeiros que vieram enriquecer nossa programação. Por fim
7) Estendo um agradecimento a todos os que trabalharam com ousadia e generosidade para o sucesso deste evento.

 Termino por aqui com a certeza que nos reunimos para dar o nosso melhor, por isso mesmo sejam todos bem vindos e tenham um ótimo congresso.

Comments are closed